Versión para imprimir

8 de septiembre de 2015 | | | | | | |

Consciência e decisão

Entrevista com líder indígena do Acre: um estado “em experimento” e de resistência viva

Descargar: MP3 (16.3 MB)

Com a colaboração dos governos da Noruega, Alemanha, China, grandes ONG conservacionistas como WWF, instituiçõess internacionais dedicadas às consultorias, uma delas com sede na Califórnia, entre outros, o estado brasileiro do Acre, na floresta amazônica, tem se transformado na “casa matriz” da financeirização da natureza no país.

Um triste privilégio, que dá aos povos indígenas da zona atingidos por esses processos a autoridade falar sobre o assunto e advertir outros povos de outras partes do país, onde começa a aparecer a sombra desta idéia de que os bens naturais podem ser ativos financeiros comercializáveis, e que para obtê-los vale violar qualquer direito.

Durante a Conferência Latino-americana sobre Financeirização da Natureza, que começou nesta segunda-feira (24) em Belém do Pará, no estado de Pará, Rádio Mundo Real entrevistou o líder indígena Ninawá Inu Pereira Nunes, da aldeia Kurumê Yskuiá, do povo huni kui no Acre.

O representante indígena falou de três projetos de Redução de Emissões por Desmatamentos e Degradação Florestal nos países em desenvolvimento (REDD) que já estão em funcionamento no Acre, as divisões nas comunidades, falta de consultas prévias e a resistência daqueles que não concordam com esta arremetida do capital em suas terras.

Os três projetos REDD estão dedicados à captura de carbono (proibir o destamento em determinadas zonas, e outras atividades tradicionais como a pesca e a caça). Um destes projetos permite que uma empresa noruega compense suas emissões contaminantes em seu país. A base deste mecanismo funciona com o suposto de que são os povos indígenas que desmatam selvagemente a Amazônia.

Ninawá também fala sobre a Conferência Latino-americana sobre Financeirização da Natureza e sua experiência como participante, nos primeros dois dias de visita a povos tradicionais da floresta amazônica do município de Abaetetuba.

Imagen: Radio Mundo Real

(CC) 2015 Radio Mundo Real 10 años

Mensajes

¿Quién es usted?
Su mensaje

Este formulario acepta atajos SPIP [->url] {{negrita}} {cursiva} <quote> <code> código HTML <q> <del> <ins>. Para separar párrafos, simplemente deje líneas vacías.

Cerrar

Radio Mundo Real 2003 - 2016 Todo el material aquí publicado está bajo una licencia Creative Commons (Atribución - Compartir igual). El sitio está realizado con Spip, software libre especializado en publicaciones web... y hecho con cariño.