Versión para imprimir

4 de mayo de 2015 | | | | | | |

Campesinato africano contra as mudanças climáticas

Vía Campesina África participa em conferência sobre justiça climática em Moçambique

Descargar: MP3 (17.2 MB)

As mudanças climáticas estão produzindo muitos efeitos que prejudicam a produção familiar de alimentos principalmente”, disse a Rádio Mundo Real o dirigente Renaldo Chingore João, da União Nacional de Camponeses (UNAC) de Moçambique e da Vía Campesina África.

A entrevista foi realizada durante a conferência “Semeando Justiça Climática” realizada na semana passada na capital de Moçambique, Maputo. “Além do aquecimento global, há problemas de usurpação de terras dos camponeses pelas corporações internacionais”, acrescentou Renaldo.

Para o trabalhador rural, a participação ativa de representantes de comunidades de várias partes de Moçambique na atividade realizada em Maputo permitiu conhecer o que realmente acontece em todos os territórios. O representante da Via Campesina África avaliou a conferência realizada de 21 a 23 de abril, e organizada por Justiça Ambiental - Amigos da Terra Moçambique. Também falou sobre a realidade dos trabalhadores do campo em seu país.

Imagen: viacampesina.org

(CC) 2015 Radio Mundo Real 10 años

Mensajes

¿Quién es usted?
Su mensaje

Este formulario acepta atajos SPIP [->url] {{negrita}} {cursiva} <quote> <code> código HTML <q> <del> <ins>. Para separar párrafos, simplemente deje líneas vacías.

Cerrar

Radio Mundo Real 2003 - 2016 Todo el material aquí publicado está bajo una licencia Creative Commons (Atribución - Compartir igual). El sitio está realizado con Spip, software libre especializado en publicaciones web... y hecho con cariño.